Blog do Juares | Ilma Ferreira - Terapia Sistêmica

Camaquã-RS
05:19
20/09/2018

Blog do Juares | Ilma Ferreira - Terapia Sistêmica

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
QUER MATAR A SAUDADE, ENTÃO OUÇA!
Anunciantes Blog do Juares

Colunistas

Ilma Ferreira - Terapia Sistêmica

Ilma Ferreira é formada em Direito pela FURG/1986. Formada em Fisioterapia pela FEEVALE/1998. Formada em Psicologia Transpessoal pela UNIPAZ 2015. E, formação em Terapia Sistêmica pelo Instituto Imensa Vida/BH 2017. Telefone: (51) 98262 1362. E-mail: ilmaferrer@hotmail.com

Convite para Formação em Constelações Sistêmicas

09/04/2018 | 23h44
Compartilhe:

Através das Constelações Sistêmicas somos capazes de ver onde encontra-se parado o fluxo para a Vida. Na maioria das vezes, o que nos impede de seguir o fluxo, são nossos traumas de infância ou até cargas de nossos antepassados, que por amor, estamos carregando sem saber como lidar com o que se apresenta.

Nas Constelações torna-se visível, aos olhos do observador (terapeuta sistêmico), onde houve a interrupção do fluxo de Vida. Segundo Bert Hellinger , quando o terapeuta está diante de alguém que não conhece é mais fácil olhar essa pessoa com amor. Amar não significa que o terapeuta queira alguma coisa dela, mas que a aceita tal qual como ela é. Sem julgamentos. E é dessa forma, sem julgar, e sem intenção de ajudar, que chegamos ao ponto chave para desvendar o que mantinha a pessoa num estado de sofrimento.

Constelação é isso, e muito mais, é um trabalho bonito e revelador que traz a libertação de traumas profundos. Venha mergulhar nesse trabalho, se trabalhando e encontrando o seu melhor, para que depois de formado possa passar esse aprendizado para outras pessoas. A oportunidade está de portas abertas esperando por vocês, psicólogos, terapeutas, reikianos, todos são bem vindos. Aguardo vocês. Qualquer dúvida é só ligar para meu número (51) 98262 1362 e esclarecerei.

Obrigada pela oportunidade e informo que estive ausente em função da coordenação da segunda turma de formação em Poa, do Instituto Imensa Vida, em andamento. Venha participar da terceira turma conosco.

Compartilhe:

Um Natal de Luz e um Ano de renovação

23/12/2017 | 17h31
Compartilhe:

Meus amigos

Dessa vez venho para lhes desejar Boas Festas, um Natal de Luz e um Ano de renovação. Só que não adianta ficar esperando um Ano maravilhoso, se você não fizer diferente, aquilo que deu errado esse ano. Por isso aqui vai umas dicas:

Aceite seus pais como são, aceite aquilo que foi e do jeito que foi, não tinha como ser diferente, eles fizeram o melhor que podiam e sabiam fazer.

Se não tiver muito a agradecer a eles, agradeça a Vida que chegou pra você, através deles.

Faça algo muito bom por você, com essa Vida que seus pais lhe deram, só assim você estará honrando-os.

Agradeça aos seus avós, bisavós e a todos que vieram antes, você é parte deles também.

Não mande em seus pais, não se intrometa na relação deles, no máximo, pergunte se eles precisam de alguma coisa. Não se arrogue no direito de dizer o que tem que ser feito por eles, respeite-os. Eles são os grandes, vocês são os pequenos. Mesmo que seja muito difícil pra você, porque se acha mais esclarecido, mais inteligente, coisa e tal... limite-se ao seu lugar de filho. Dessa forma estará evitando emaranhados, que depois talvez não saiba sair.

Se você tiver um bebê, não o coloque em posição de preferência, em relação ao seu marido. Quem veio antes foi o casal, não esqueça. Então a relação de casal tem preferência.

Se estiver num segundo casamento, não esqueça de agradecer, ainda que apenas espiritualmente, ao primeiro cônjuge do seu marido ou da sua esposa. Pois eles saindo da relação, deram direito a sua chegada.

Agradeça ao(s) seu(s) ex, por pelo menos, três coisas boas, que lhe proporcionou durante o relacionamento. Não esqueça, tudo que veio antes, que chegou antes ,no sistema familiar merece respeito, para que o novo flua.

Não discuta relação perto de seus filhos, pequenos ou maiores, isso não é assunto deles.

Cuide com o dar e receber, entre você e seu cônjuge. O dar e receber deve manter o equilíbrio para o bem da relação. Se você ganha muitos presentes, dê um pouquinho mais do que recebe. Da próxima vez, o outro vai lhe dar mais um pouquinho e haverá sempre um ganho para o casal.

Quando houver uma briga, se receber uma ofensa, fale, mas um pouco menos. Então, no negativo a gente diminui, no positivo a gente aumenta. E ai, o Amor se mantém, entre o casal.

Essas são pequenas dicas sistêmicas, que se observadas, poderão contribuir para que o ano de 2018, seja diferente desse que finda. Com mais respeito, mais harmonia e consequentemente muito mais Amor.

Reencontraremo-nos em 2018, sempre com o foco nas Constelações Sistêmicas e suas Ordens do Amor. Até lá.

MÚSICA: POR TODAS AS NOSSAS RELAÇÕES (do CD "ÍNDIOS")

Compartilhe:

Como funciona uma constelação sistêmica?

07/12/2017 | 15h55
Compartilhe:

Como havia dito na última coluna, o objetivo hoje é informar como funciona uma constelação sistêmica.

Antes de mais nada, quero esclarecer que as Constelações Familiares nada tem a ver com religião. É um processo que faz parte da ciência fenomenológica, embasada em teorias científicas, que se utiliza dos Campos Morfogenéticos de Rupert Sheldrake, um biólogo inglês e que tem como principal objetivo localizar e remover bloqueios nas áreas: financeira, amorosa, de saúde e trabalho.

A percepção da terapeuta é o que orienta o cliente numa constelação, mas o que acontece não parte do profissional e sim dos representantes que acessam a informação do campo familiar do constelado.

Por exemplo: Uma pessoa que deseja constelar porque não consegue prosperar, embora trabalhe muito, nunca consegue ter prosperidade financeira.

Como ocorre: No dia da constelação as pessoas que sentem interesse pelo assunto comparecem e se disponibilizam para representar a pessoa que quer resolver seu problema, bem como representar os familiares do mesmo.

E então, as pessoas têm acesso ao campo morfogenético (energia) dos familiares e vão falando o que estão sentindo. As vezes chega-se à conclusão que o problema é bem mais antigo do que se pensava naquela família. É o caso, por exemplo, de quando os avós foram proprietários de terras ou empresas onde os empregados foram lesados e o Sistema Familiar cobra hoje do neto, coisa que não foi resolvida lá atrás.

Basta que se dê um olhar para estes empregados, e um bom lugar no coração, para que esse neto consiga prosperar.

Aquele ou aquilo que não foi visto, nem incluído no Sistema Familiar, fica cobrando que se inclua e faz com que uma pessoa totalmente inocente sofra por males que foram feitos por seus antepassados. Quando se dá esse lugar aqueles que merecem ser vistos acaba o emaranhamento e a pessoa flui para sua vida atual, com leveza e volta a ser próspero, no exemplo dado.

É o sistema familiar gritando por socorro e exigindo que todos pertençam.

Mais uma vez falo das Ordens do Amor:

Pertencimento: Todos têm direito a pertencer, e aquele que não foi visto hoje, o Sistema Familiar cobrará isso no futuro através de um neto, bisneto, sobrinho-neto, causando emaranhamento na vida dessa pessoa que sofre e nem entende o porquê de tal sofrimento.

veja mais imagens:

Compartilhe:

VÍDEO: o que é a Terapia Sistêmica?

21/11/2017 | 10h41
Compartilhe:

A terapia sistêmica consiste numa abordagem que leva em consideração o sistema familiar do cliente, uma vez que seu criador, Bert Hellinger, observou que para que haja harmonia na família, ou mesmo no ambiente de trabalho, necessário se faz a observância de regras, que ele denominou de Ordens do Amor, ou seja, o pertencimento (quanto ao vínculo), a hierarquia ou precedência (quanto a ordem de chegada) e o dar e receber (quanto ao equilíbrio).

Para tornar mais acessível o entendimento citarei exemplos de cada uma:

Pertencimento: Todos têm direito de pertencer ao Sistema Familiar. Aquele membro da família que foi excluído por algum motivo (alcoolismo, doença mental ou qualquer outro), será representado por um outro familiar que venha depois, às vezes um neto ou bisneto, com o mesmo problema, para que seja visto e incluído no Sistema Familiar.

Hierarquia ou Precedência: Quem veio antes para o Sistema Familiar deverá ser respeitado. Pais em relação aos filhos, irmãos mais velhos em relação aos irmãos mais novos. Até mesmo em relação a um grupo de trabalho ou grupo social, quem veio antes tem preferência sobre o que chegou depois.

Dar e Receber: Para que haja harmonia nas relações afetivas, de trabalho, deve haver o equilíbrio entre o dar e receber. Por exemplo, quando um dos cônjuges dá muitos presentes e outro não consegue retribuir, com o tempo torna-se desequilibrada a relação e leva a desarmonia do casal. Aquele que recebe muito, sente-se inferiorizado em relação ao outro, por não poder retribuir e isso o leva a se afastar. E na maioria das vezes isso acontece de maneira inconsciente, a pessoa só sente desconforto e não entende o motivo pelo qual está descontente. É o desequilíbrio se mostrando.

Então, expliquei tudo isso para, resumidamente, mostrar-lhes que a Ordem se faz necessária em nossas relações e toda vez que houver desrespeito ou negligência dessa Ordem sofremos com relacionamentos mal resolvidos, problemas com finanças ou doenças como depressão, ansiedade, tudo pelo mesmo motivo.

Agora você já sabe o que fazer para descobrir onde está o desequilíbrio de seu sistema familiar: Constelação Sistêmica, através de um atendimento em grupo ou individual, fica claro onde seu fluxo para a Vida foi interrompido.

Na próxima coluna vou informar como funciona uma constelação sistêmica. Até breve com mais informações a respeito.

Compartilhe:

Trajetória de Ilma Ferreira

08/11/2017 | 00h09
Compartilhe:

Pelo percurso, fica claro que vinha buscando desde 1998, formação em algo, que pudesse tratar as pessoas física ou emocionalmente; o que me fez buscar a Terapia Transpessoal e por último as Constelações Sistêmicas.

Só fiz referência às formações porque fazem parte da trajetória que me trouxe até aqui, sendo que hoje posso dizer que encontrei o meu lugar na vida.

Conforme citação de Gustavo Tanaka, existe um lugar que é seu. Ninguém pode ocupá-lo, somente você. E ele continuará livre, até que você o ocupe. Quando você encontra esse lugar, você trabalha com amor, seus olhos brilham mais e aí não é "trabalho", é Missão de Vida.

Quando conheci as Constelações Sistêmicas, verifiquei que me identificava com o trabalho e desde o começo, cada vez me encanto mais com as possibilidades de cura, no sentido de encaminhamento de pessoas, ao encontro do seu lugar, ao encontro de suas possibilidades, muitas vezes restringidos por questões de seus antepassados que não foram vistas ou honradas.

O nosso estudo continua, agora em regime de imersão, o qual será realizado em Arambaré, no período de 13/11 a 17/11/2017, e ministrado pelo Diretor do Instituto Imensa Vida, Tarso Firace, responsável por diversas formações em terapia sistêmica pelo Brasil e outros países. O Infinito, como é denominado esse estudo, será o 1º realizado no Rio Grande do Sul.

Então, mais uma vez, vou estar no lugar que quero estar.

E quando você encontra o seu lugar, vai ajudar os outros. Apenas sendo você mesmo. Apenas ocupando o seu lugar.

Agradeço o convite para escrever essa coluna e assim poder divulgar meu trabalho. Será um prazer conduzi-los ao caminho que os leve a esse lugar, o seu lugar...

Ilma Ferreira

Compartilhe:
  • 1