Blog do Juares | Especialista explica riscos de uma gravidez após os 40 anos

Camaquã
23:57
23/08/2017

Blog do Juares | Especialista explica riscos de uma gravidez após os 40 anos

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
OS MELHORES FLASHBACKS!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Saúde

Especialista explica riscos de uma gravidez após os 40 anos

20/04/2017 | 11h58 - Fonte: Jornalista Cláudia Paes / Foto Divulgação
Compartilhe:

Estilo de vida saudável é aliado da fertilidade

É de conhecimento de que à medida que a mulher avança na idade, diminui a chance de gravidez. O que poucos sabem é que a possibilidade de um casal com relações sexuais frequentes conseguir engravidar é de cerca de 20% em um mês. Esse índice, chamado de fecundabilidade, diminui gradativamente após os 35 anos.

Para mulheres acima de 43 anos, a chance de uma gravidez natural cai para menos de 5%. Conforme a especialista Rafaella Petracco, do Centro de Medicina Reprodutiva Fertilitat, há duas considerações quanto ao risco de uma gravidez após os 40 anos. “Existe o risco obstétrico. A mulher é mais suscetível a uma série de enfermidades nessa faixa etária, como a hipertensão e o diabetes. Também pode haver malformações por alterações cromossômicas, que aumentam gradativamente com a idade”, explica.

Além disso, deve-se considerar que a fertilidade depende tanto do homem quanto da mulher. É necessário não apenas a produção e o amadurecimento de um óvulo e de uma quantidade normal de espermatozoides, mas também que haja a possibilidade de que esses dois gametas se encontrem. “Por esse motivo, mulheres acima de 40 anos que desejam gestar devem ser submetidas a uma série de exames que permitam investigar possíveis alterações no sistema reprodutivo, pois não há tempo a perder na busca da gestação”, afirma a ginecologista.

Por isso, para preservar a fertilidade, são necessários alguns cuidados. Existem algumas recomendações úteis quanto ao estilo de vida. O cigarro, o álcool e as drogas ilícitas diminuem a fertilidade tanto do homem quanto da mulher. Alguns fatores ambientais, como a exposição a mercúrio e cádmio também podem atuar negativamente sobre a fertilidade.

Outros possíveis motivos são dietas com perda exagerada de peso e exercício físico em excesso, assim como sobrepeso e sedentarismo que podem alterar a ovulação. Doenças sexualmente transmissíveis também podem ser fatores que levem a dificuldade para gestar.

Compartilhe:

comentários