Blog do Juares | Assassinatos no interior do RS crescem 17% em março de 2017

Camaquã-RS
10:23
25/09/2017

Blog do Juares | Assassinatos no interior do RS crescem 17% em março de 2017

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
Os melhores flashbacks de todos os tempos!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Geral

Assassinatos no interior do RS crescem 17% em março de 2017

17/05/2017 | 08h02 - Fonte: Eduardo Paganella / Rádio Guaíba / Foto Divulgação RG
Compartilhe:

Governo do estado anunciou medidas para garantir presença de PMs em todas as cidades do RS a partir de junho

Um levantamento da Rádio Guaíba com base nos índices de criminalidade do Rio Grande do Sul apontou que os crimes de homicídio e latrocínio aumentaram no interior do Estado no mês de março. O estudo não considera os dados de Porto Alegre, que teve reforço de efetivo a partir da segunda semana de fevereiro. Conforme o levantamento, março registrou elevação de 17% nos homicídios e latrocínios na comparação com 2016.

Em março deste ano, ocorreram 239 assassinatos no Rio Grande do Sul, sendo 64 em Porto Alegre. O saldo no interior do Estado contabiliza 175 homicídios e latrocínios. Em 2016, foram 206 crimes desse tipo no RS, 149 deles no interior.

A reportagem da Rádio Guaíba entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública para questionar se o crescimento nos indicadores de criminalidade se devem ao remanejo de PMs do interior para Porto Alegre.  A pasta garante que o planejamento não visa sobrecarregar o interior. Confira nota:

“O reforço de PMs na capital  ocorrerá até o início das atividades dos 1.060 novos soldados da Brigada Militar, conforme anunciado nesta segunda-feira (15) pelo Comando-Geral da corporação. Os agentes da FNSP permanecem até agosto – período passível de prorrogação.

O planejamento da BM visa não sobrecarregar o interior. Um rodízio foi estabelecido e cada batalhão recebe cotas de horas extras para compensar os PMs cedidos. Lembramos que a maioria do efetivo é oriundo de Batalhões de Operações Especiais, diminuindo o impacto nos municípios.

Com relação ao levantamento realizado pela Rádio Guaíba, reiteramos que a SSP tem por praxe não se manifestar com relação a dados não oficiais. O período de tempo analisado não representa um recorte válido para a análise de estatísticas de criminalidade, pois está sujeito a diversos fatores externos e internos.
 
Os estudos realizados pela SSP e demais instituições oficiais se baseiam em metodologias referendadas nacional e internacionalmente. Desta forma, não é possível emitir nenhum posicionamento com relação à demanda apresentada.”

Ontem, o governo do Estado anunciou que todos os municípios da Brigada Militar contarão com pelo menos três policiais a partir de junho. A meta do governo do Estado é iniciar o ano de 2018 com todos os municípios equipados com efetivo mínio de cinco PMs.

A meta do governo do Estado é iniciar o ano de 2018 com todos os municípios equipados de um efetivo mínimo de cinco PMs. Na segunda quinzena de julho, cerca de 1060 policiais militares estarão nas ruas. Além disso, o governo do Estado já autorizou o retorno de PMs no Corpo Voluntário de Militares Inativos (CVMI) para atuar, prioritariamente, nas patrulhas escolares (com foco no tráfico de drogas) e nas atividades de videomonitoramento.

Compartilhe:

comentários