Blog do Juares | Jornal divulga gravação em que Temer aprova compra de silêncio de Cunha

Camaquã
16:01
28/07/2017

Blog do Juares | Jornal divulga gravação em que Temer aprova compra de silêncio de Cunha

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
OS MELHORES FLASHBACKS!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Política

Jornal divulga gravação em que Temer aprova compra de silêncio de Cunha

17/05/2017 | 21h08 - Fonte: R7 / Foto Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr
Compartilhe:

Segundo gravação, Temer indicou deputado para receber dinheiro da JBS

Gravações obtidas pelo jornal O Globo divulgadas nesta quarta-feira (17) podem comprometer o presidente Michel Temer. De acordo com o material, o presidente avalizou o pagamento de uma mesada ao ex-presidente da Câmara e hoje preso, Eduardo Cunha. 

De acordo com o jornal, a gravação feita por Joesley é parte de declaração que os controladores da JBS deram à Procuradoria-Geral da República em abril. 

Segundo o jornal, Temer teria sido gravado em conversa com Joesley indicando o deputado Rocha Loures (PMDB-PR) como o interlocutor para resolver um assunto da J&F, controladora da JBS. 

No diálogo, o presidente recebe do empresário a informação de que ele estava pagando uma mesada ao Cunha e ao operador Lúcio Funaro, ambos presos,para ficarem calados. Temer então teria dito: 

— Tem que manter isso, viu? 

Uma gravação feita posteriormente teria flagrado Rocha Loures recebendo uma mala com R$ 500 mil de Joesley. 

Ainda de acordo com o jornal, na última quarta-feira, os irmãos foram ao gabinete do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), e confirmaram as declarações à PGR. Cabe a Fachin homologar a delação de Joesley Batista e o seu irmão Wesley Batista. 

Procurado pelo R7, o Palácio do Planalto não se manifestou até o momento. A reportagem não conseguiu contato com o deputado Rocha Loures. 

Aécio Neves 

Também segundo O Globo, o senador Aécio Neves aparece envolvido em corrupção ligada à JBS. Ele teria sido filmado pela PF (Polícia Federal) pedindo R$ 2 milhões para o dono a Joesley. O dinheiro teria sido entregue para primo de senador. 

A PF rastreou o dinheiro e afirma que foi depositado em empresa do senador Zeze Perrella (PSDB-MG). Na gravação, Aécio pedia por dinheiro para pagar as despesas da Lava Jato. Há gravações do senador pedindo dinheiro para Joesley e da entrega do dinheiro para o primo do senador. Aécio estava no plenário do Senado quando a informação veio à tona. O parlamentar deixou o local logo após olhar o celular.

Compartilhe:

comentários