Blog do Juares | Catullo Fernandes não aceita concorrer ao cargo de secretário da Cultura e explica os motivos em nota

Camaquã
00:08
24/08/2017

Blog do Juares | Catullo Fernandes não aceita concorrer ao cargo de secretário da Cultura e explica os motivos em nota

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
OS MELHORES FLASHBACKS!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Política

Catullo Fernandes não aceita concorrer ao cargo de secretário da Cultura e explica os motivos em nota

30/05/2017 | 16h24 - Fonte: Redação Blog do Juares / Foto Divulgação
Compartilhe:

Logo após ter sido divulgado pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Camaquã e veiculado no Blog do Juares entre outros canais de comunicação sobre a votação de quatro candidatos para ocupar a pasta de secretário de Cultura, Turismo, Lazer, Desporto e Juventude, que ocorrerá amanhã (31) pela manhã, Catullo Fernandes, um dos candidatos ao cargo não aceitou o convite e emitiu uma nota elencado os motivos. 

Confira a nota na íntegra:

"Fiquei surpreendido com um convite que me foi feito agora a pouco às 15 horas, informando que fui indicado como candidato a secretário municipal da Cultura, Turismo, Lazer, Desporto e Juventude. Sinto-me lisonjeado por meu nome ser indicado, agradeço ao prefeito Ivo de Lima Ferreira pela confiança, mas declino do convite por razões óbvias: 

1. Mesmo antes de ser informado do honroso convite as redes sociais já divulgavam o fato sem o meu conhecimento. 

2. Um processo democrático através de votação requer um prazo razoável para ser organizado, possibilitando aos concorrentes que possam expor com transparência suas propostas. 

3. A escolha de um ocupante de cargo de confiança é política, portanto os outros três nomes em disputa merecem todo o nosso respeito, pois são identificados com o governo e/ou com o partido, não cabendo a mim fazer o papel de divisor de águas. 

4. Se realmente é preciso fazer uma votação para a escolha de um nome para ocupar tão importante cargo as entidades culturais de Camaquã deveriam ser convidadas para participar do processo. 

Aliás as seis entidades mais longevas de Camaquã protocolaram um documento na semana passada solicitando um encontro com o prefeito, e estão aguardando uma audiência, que poderá ser agendada para breve já contando com a presença do novo secretário (a) da SMCTLDJ, que será escolhido através de votação amanhã (31-05) às 9 horas, no auditório da Secretaria Especial da Mulher, do Trabalho e Desenvolvimento Social.

Desejamos sucesso ao escolhido, que deve ser sair desta lista tríplice: Nilza Tessmann, Mário Garcia e Paulo Vianna Sant’Anna. Independente da escolha contem com o apoio das entidades, que não têm outro propósito senão contribuir com a causas culturais de Camaquã Terra Farroupilha. 

Catullo Fernandes - Poeta, produtor cultural, compositor, jornalista, palestrante, editor, pesquisador autônomo e ativista cultural, com 28 anos de trajetória cultural. Sócio-fundador da Casa do Poeta Camaquense - (1989), Núcleo de Pesquisas Históricas de Camaquã (2001) e Associação Amigos da Água Grande - Fundação Barbosa Lessa (2005). 

Entidades culturais encaminham proposta ao Executivo 

Diante do quadro atual que envolve a Secretaria da Cultura, Turismo, Lazer, Desporto e Juventude, seis das mais longevas entidades culturais de Camaquã, buscando contribuir com a atual administração, encaminharam no dia 24 de maio um ofício ao prefeito Ivo de Lima Ferreira, com cópia para o secretário da Administração Gilberto Wiatrowsky, solicitando uma audiência com o Executivo.

A principal sugestão das entidades é o retorno das duas secretarias que existiam anteriormente: a Secretaria da Cultura e Turismo, e a Secretaria do Desporto, Juventude e Lazer. Conforme o ofício estas pastas atuando de forma independente têm amplas condições de atender com maior eficiência as demandas do Município nestes dois setores de tanta relevância. Da mesma forma foi sugerido que o prefeito faça uma análise criteriosa no sentido de que seja nomeado um secretário (a) identificado com as entidades culturais.

Na avaliação das instituições culturais camaquenses é preciso eleger o turismo como uma das prioridades para o desenvolvimento econômico e social do Município visto que o setor é uma alternativa real e inesgotável para a geração de emprego e renda. Para o pleno êxito de investimentos no setor é preciso entender que o turismo local está alicerçado em fatos que envolvem mais de dois séculos de história. Desta forma é imprescindível fortalecer e consolidar o título estadual “Camaquã Terra Farroupilha” bem como aparelhar a Secretaria Municipal da Cultura e Turismo.

O documento foi assinado pelo Núcleo de Pesquisas Históricas de Camaquã - NPHC (16 anos de atuação), Casa do Poeta Camaquense - CAPOCAM (28 anos), Associação Amigos da Água Grande - Fundação Barbosa Lessa (12 anos), Associação dos Artesãos de Camaquã (20 anos), Associação Pró-Cultura de Camaquã (12 anos) e CTG Camaquã (53 anos de atuação)".

Compartilhe:

comentários