Blog do Juares | Brasil sofre primeira derrota no comando de Tite

Camaquã
05:56
27/06/2017

Blog do Juares | Brasil sofre primeira derrota no comando de Tite

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
OS MELHORES FLASHBACKS!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Esportes

Brasil sofre primeira derrota no comando de Tite

09/06/2017 | 17h12 - Fonte: Correio do Povo / Foto Saeed Khan / AFP
Compartilhe:

Seleção Brasileira perdeu por 1 a 0 para a Argentina

O Brasil perdeu o amistoso contra a Argentina por 1 a 0, nesta sexta-feira (9), na estreia de Jorge Sampaoli como técnico da seleção, em partida disputada para mais de 95 mil pessoas em Melbourne. Gabriel Mercado fez o único gol do jogo, aos 44 minutos do primeiro tempo. A derrota marca o primeiro revés de Tite no comando da seleção brasileira.

Sem Neymar, poupado, o Brasil pecou em criatividade e carimbou a trave de Romero duas vezes. Faltou poder de definição para o trio de ataque formado por Coutinho, Jesus e Willian.

Na primeiro jogo de Sampaoli no comando da alviceleste, os hermanos voltaram a vencer. Nos últimos cinco debutes de treinadores na seleção argentina, todos comandantes iniciaram suas trajetórias com vitória. Pelo lado brasileiro, o duelo foi a primeira derrota de Tite no comando da seleção brasileira, depois de 9 vitórias seguidas, desde que assumiu o cargo em 2016.

Volta do xerife

A partida marcou a volta de Thiago Silva como dono da braçadeira de capitão da canarinha. Depois da Copa do Mundo de 2014, o zagueiro perdeu espaço e sua liderança foi questionada, muito por conta do choro antes da disputa por pênaltis contra o Chile.

Depois do apito inicial, o primeiro lance de perigo veio do lado argentino, com Di María aparecendo livre pela esquerda e batendo firme para explodir a trave direita de Weverton, aos 6 minutos do primeiro tempo.

Sem Neymar em campo, a responsabilidade ofensiva caiu nas costas de Willian, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus. O meia do Chelsea puxou contra-ataque, depois de bela triangulação no meio de campo, ficou cara a cara com Romero e tocou para Coutinho marcar. O atacante tentou um drible para limpar o goleiro, mas acabou perdendo a chance, aos 21 minutos.

A Argentina tinha mais posse de bola, mas não conseguia furar o bom esquema de marcação implementado por Tite, que colocou os jogadores para pressionarem a saída de bola dos adversários. Apenas Di María dava mais trabalho pelo lado esquerdo.

E foi justamente no lado defendido por Fágner que o gol saiu. Em jogada de bola parada, Messi cobrou curto para Di María, que cruzou com perfeição para Otamendi subir sozinho dentro da área. A bola explodiu na trave e voltou nos pés de Gabriel Mercado, que só empurrou para as redes, aos 44 minutos.

Trave inimiga

Depois do intervalo, Tite inverteu Coutinho e Willian de lado e o Brasil começou a dominar a posse de bola. Com a vantagem, Sampaoli recuou o time e deu mais campo para o adversário ocupar o campo de ataque, esperando uma chance de contra-ataque.

Entre os 12 e 20 minutos o Brasil pressionou e quase conseguiu o gol de empate em várias ocasiões. A mais clara veio dos pés do camisa 9, que recebe passe de Fernandinho em profundidade, driblou Romero e bateu na trave, depois de perder ângulo. No rebote, a bola voltou para Willian, que pegou de primeira e também carimbou o poste.

Em busca do empate, Tite fez alterações no time, mas os jogadores que entraram não mantiveram o ritmo e o jogo esfriou.

O Brasil volta à campo na próxima terça-feira, em amistoso contra a Austrália no próprio Melboure Cricket Garden, às 7h05min pelo horário de Brasília. No mesmo dia, a Argentina enfrenta Cingapura.

Os compromissos seguintes dos comandados de Tite pelas eliminatórias vão ser contra Equador e Colômbia, dias 31 de agosto e 5 de setembro, respectivamente.

Compartilhe:

comentários