Blog do Juares | Homem é agredido a pauladas no interior de Cerro Grande do Sul

Camaquã-RS
03:51
24/10/2017

Blog do Juares | Homem é agredido a pauladas no interior de Cerro Grande do Sul

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
VEM AÍ NOVIDADES EM DEZEMBRO! Aguardem!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Polícia

Homem é agredido a pauladas no interior de Cerro Grande do Sul

12/06/2017 | 09h23 - Fonte: Redação Blog do Juares
Compartilhe:

Uma senhora residente na cidade de Guaíba registrou na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Camaquã (DPPA) que no domingo (11), por volta das 16 horas, foi até a casa de seu pai, na localidade de Garambéu em Cerro Grande Sul, onde o encontrou deitado na cama, vomitando sangue.

Segundo a comunicante, um vizinho de seu pai relatou que ele foi agredido no dia anterior, após ter se envolvido em um desentendimento com outro morador do local, o qual utilizou um pedaço de madeira e desferiu pauladas na cabeça da vítima. O agressor chegou a puxar uma faca, mas quando iria desferir um golpe na vítima que já estava caída no chão, este vizinho gritou e aproximou-se, momento em que o agressor resolveu ir embora, mas chegou a afirmar que se a vítima não estivesse morta ele voltaria para terminar o serviço.

A vítima teria sido encaminhada ao Posto de Saúde de cerro Grande no dia das agressões, quando foi medicado e recebeu soro, sendo posteriormente encaminhado para casa. A filha da vítima disse na DPPA que seu pai estava engolindo o próprio sangue e estava com febre, levando-o então novamente no dia 11 ao Posto de Saúde de Cerro Grande do Sul, sendo então removido de ambulância para o hospital de Camaquã, onde o médico plantonista constatou três fraturas na face, ficando internado devido à gravidade dos ferimentos e afirmando que se a filha não tivesse removido seu pai, provavelmente ele iria morrer, pois reside sozinho.

A DPPA Camaquã já identificou o autor da agressão e repassou as informações para a Delegacia de Polícia de Cerro Grande do Sul que irá fazer as demais diligências e concluir o inquérito policial.

Compartilhe:

comentários