Blog do Juares | Embalagens vazias de agrotóxicos são alvo de recolhimento no Sul e Litoral gaúcho

Camaquã
23:57
23/08/2017

Blog do Juares | Embalagens vazias de agrotóxicos são alvo de recolhimento no Sul e Litoral gaúcho

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
OS MELHORES FLASHBACKS!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Geral

Embalagens vazias de agrotóxicos são alvo de recolhimento no Sul e Litoral gaúcho

14/06/2017 | 10h04 - Fonte: Ascom SindiTabaco / Foto Divulgação
Compartilhe:

Entre 19 de junho e 28 de setembro, produtores de tabaco de 44 municípios gaúchos poderão devolver as embalagens vazias de agrotóxicos tríplice lavadas em programa itinerante desenvolvido pelo SindiTabaco

Junho 2017 - Depois de percorrer a região serrana do Rio Grande do Sul, o Programa de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos inicia no dia 19 de junho o recolhimento em municípios do Sul e Litoral gaúcho. Em andamento desde o ano 2000, o programa itinerante desenvolvido pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) atende 550 municípios gaúchos e catarinenses em 2,6 mil pontos de recebimento no meio rural, beneficiando um universo de 116 mil produtores de tabaco. 

A coleta inicia na próxima segunda-feira (19/6) em Pelotas e Arroio do Padre. Também haverá pontos de coleta em Piratini (22/6), Canguçu (22/6 a 4/7), Morro Redondo e Cerrito (5/7), Turuçu (5 a 6/7), São Lourenço do Sul (6 a 24/7), Cristal (26/7), Chuvisca (27/7 a 7/8), Sertão Santana (7 a 9/8), Dom Feliciano (9 a 23/8), São Jerônimo (23 a 28/8), Amaral Ferrador (28 a 30/8), Encruzilhada do Sul (30 a 31/8), Sentinela do Sul (31/8), Cerro Grande do Sul (4 a 5/9), Camaquã (5 a 19/9), Mariana Pimentel (19/9), Eldorado do Sul, Butiá e Arroio dos Ratos (21/9), Barão do Triunfo (21 a 27/9), Mampituba, Torres, Terra de Areia e Maquiné (27/9), Caraá e Santo Antônio da Patrulha (28/9).

Acesse o roteiro completo

SAIBA MAIS - O tabaco é, segundo pesquisas o produto comercial agrícola que menos utiliza agrotóxicos, mas provavelmente o que mais se preocupa com o descarte correto das embalagens vazias. Sejam aquelas utilizadas para o tabaco ou para outras culturas, o produtor conta há 17 anos com um sistema itinerante de devolução, com hora marcada e próximo da propriedade rural.

Compartilhe:

comentários