Blog do Juares | Prisão de ventre é causada por alimentação inadequada. Médico dá dicas para evitar e atenuar os sintomas

Camaquã-RS
20:21
23/11/2017

Blog do Juares | Prisão de ventre é causada por alimentação inadequada. Médico dá dicas para evitar e atenuar os sintomas

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
VEM AÍ UMA NOVA PROGRAMAÇÃO, COM CARA NOVA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Saúde

Prisão de ventre é causada por alimentação inadequada. Médico dá dicas para evitar e atenuar os sintomas

28/08/2017 | 13h41 - Fonte: Comunicação 5 / Foto Divulgação
Compartilhe:

A prisão de ventre é um mal gerado por uma alimentação desregulada. Essa prática pode levar o organismo a absorver mais líquido e, consequentemente, deixar o bolo fecal mais seco. Desse modo, o intestino fica mais lento e ressecado.

Segundo o médico Domingos Mantelli, as pessoas mais suscetíveis a sofrer com prisão de ventre são as que se alimentam inadequadamente e não praticam qualquer atividade física. O especialista relata que as mulheres sofrem mais que os homens com prisão de ventre, “devido aos hormônios que aumentam e diminuem, dependendo de cada fase do ciclo. O ideal é ter uma alimentação balanceada, ingerir bastante líquidos e fazer uso de probióticos que contribuam para regular a flora intestinal”, conta Mantelli.

A prática de exercícios físicos facilita o trânsito intestinal e promove a liberação de outros hormônios como, por exemplo, a endorfina. “As endorfinas, hormônios que liberam a sensação de bem-estar, são capazes de auxiliar no processo de liberação da prisão de ventre. Alimentos como frutas e verduras, além de suplementos com lactobacilos, podem auxiliar na melhora do ressecamento” indica.

O médico ressalta a importância de procurar um especialista, caso o problema for recorrente.

Sobre Dr. Domingos Mantelli

Dr. Domingos Mantelli é médico ginecologista e obstetra, com formação em neurolinguística e atuação na área de medicina psicossomática. É formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) e tem residência médica na área de ginecologia e obstetrícia pela mesma instituição. É pós-graduado em ultrassonografia ginecológica e obstétrica e em medicina legal e perícias médicas. Também é autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra”.

Compartilhe:

comentários