Blog do Juares | Brasil vence Equador e confirma primeiro lugar nas Eliminatórias

Camaquã-RS
00:56
23/09/2017

Blog do Juares | Brasil vence Equador e confirma primeiro lugar nas Eliminatórias

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
Os melhores flashbacks de todos os tempos!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Esportes

Brasil vence Equador e confirma primeiro lugar nas Eliminatórias

31/08/2017 | 23h58 - Fonte: Correio do Povo / Foto Ricardo Giusti
Compartilhe:

Seleção ganhou por 2 a 0 com estreia de Luan em plena Arena

A Seleção não teve facilidades, contra um enorme ferrolho do Equador, mas com boas jogadas individuais e domínio da partida buscou o 2 a 0, nesta quinta-feira (31) na Arena. O goleiro Banguera foi o grande nome da partida, mas não conseguiu evitar os gols de Paulinho e Coutinho. Com o resultado, os comandados de Tite garantem o primeiro lugar nas Eliminatórias da Copa de 2018, com três rodadas de antecedência. Foi dia também da torcida vibrar com a estreia de Luan, que entrou no fim da partida, mas participou de duas boas jogadas ofensivas. 

O Brasil pressionou muito na primeira etapa, mas sem toda a organização que se podia esperar. Apostou em muitos passes diretos, o que facilitou para o ferrolho da defesa do Equador, que pouco ameaçou nas suas tentativas de contra-ataque. 

A primeira chance brasileira veio aos sete minutos. Paulinho driblou três equatorianos e chutou forte para boa defesa de Banguera. Dois minutos depois, Neymar tocou para William, que enquadrou o corpo e disparou a bomba. A bola passou triscando o poste direito. 

Brasil não fura intensa marcação 

Neymar tentou várias jogadas individuais pela esquerda, mas foi caçado pelos marcadores, algumas vezes com faltas fortes. Numa das escapadas, aos 23 minutos, ganhou uma falta. Na cobrança, rasante e forte, Miranda desviou de leve e a zaga conseguiu tirar do caminho do gol. 

Três minutos depois, Neymar entortou Fidel Martinez e levou uma tesoura do adversário. Valia até cartão vermelho, mas o amarelo finalmente saiu do bolso do juiz para coibir a marcação faltosa que já estava passando do limite. 

Aos 32, veio a melhor chance do Brasil no primeiro tempo. Gabriel Jesus recebeu na área, ganhou com o corpo e chutou forte. Banguera fez grande defesa para escanteio. No rebote da cobrança, Casemiro bateu forte de muito longe, Banguera defendeu esquisito, em dois tempos, mas impediu a chegada de Renato Augusto no rebote. A primeira etapa terminou sem chutes do Equador, que apenas levantou duas bolas na área. Mas a zaga brasileira levou a melhor em todas. 

Segundo tempo 

O segundo tempo voltou com pressão brasileira e uma falta na frente da área para Neymar cobrar. O craque bateu forte, mas carimbou a barreira. No contragolpe, Valencia invadiu a área, ensaiou um chute, mas foi cercado até a linha de fundo. Daniel Alves fez falta, mas na cobrança, melhor para a zaga. 

Banguera tenta salvar, mas Seleção faz os gols 

Banguera seguiu como nome do jogo, com nova grande defesa aos 11 minutos. Daniel Alves cruzou na área, Gabriel Jesus cabeceou à queima-roupa, mas o goleirão conseguiu espalmar. Aos 23 minutos, porém, nem Banguera salvou. William cobrou escanteio, a zaga furou junto com Gabriel Jesus e bateu no peito de Paulinho. Ele se ajeitou rápido e, livre, fulminou para o gol: 1 a 0.  Mas o Equador ainda tinha Banguera para evitar mais gols aos 27 minutos. Num chutaço de William ele fez mais uma defesaça. No rebote, que Gabriel Jesus mandou colocado, teve reflexo para tirar com o pé. 

Luan levanta a torcida 

Só que Philippe Coutinho entrou para dar mais ímpeto ao ataque e produziu uma jogadaça para anotar o 2 a 0. Aos 30 minutos, ele puxou tabela com Gabriel Jesus, que deu um chapéu no zagueiro e devolveu para Coutinho chutar com tudo para o fundo das redes. 

Aos 38 minutos, mais festa da torcida. Luan entrou no lugar de William, fazendo sua estreia na Seleção principal. E o atacante gremista teve boa participação em dois lances. Primeiro, lançou Coutinho na frente da área e correu para receber devolução, mas o companheiro preferiu inverter bola com Neymar e a zaga cortou. Já aos 44, Luan abriu para Neymar, que driblou dois marcadores e tentou "pifar" o camisa 20 na cara do gol, mas nova intervenção da defesa impediu Luan de inaugurar o placar.

Compartilhe:

comentários