Blog do Juares | Angélica Rizzi participa da 37ª Feira do Livro de Camaquã

Camaquã-RS
10:57
23/11/2017

Blog do Juares | Angélica Rizzi participa da 37ª Feira do Livro de Camaquã

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
VEM AÍ UMA NOVA PROGRAMAÇÃO, COM CARA NOVA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Cultura

Angélica Rizzi participa da 37ª Feira do Livro de Camaquã

23/10/2017 | 11h07 - Fonte: Guto Villanova / Foto: Divulgação
Compartilhe:

Autora participa do evento nesta quinta-feira (26)

A cantora, compositora, jornalista, escritora e palestrante educacional Angélica Rizzi é uma das atrações da 37ª Feira do Livro de Camaquã. A autora gaúcha participa do evento nesta quinta-feira (26). Angélica faz às 9 horas um bate-papo literário com o público jovem das escolas do município. O local é o Auditório Zilda Maria Azambuja (Secretaria Municipal de Educação).  

No encontro com os estudantes, Angélica fala de sua trajetória como escritora, comenta sua formação como jornalista, revela que foi colunista de jornal no interior e radialista e conta detalhes de sua carreira como cantora/compositora com três CDs lançados. 

Uma apresentação diversificada como a produção da artista. Outros temas abordados no encontro com os jovens: a importância da leitura; a internet e as redes sociais; a poesia visual nos 'lyric vídeos' de Angélica e a adoção consciente de animais. A realização é da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Sesc Camaquã. 

Sobre Angélica Rizzi:

Com uma trajetória profissional que conta mais de uma década, Angélica Rizzi é atualmente um dos principais nomes femininos do universo artístico do Rio Grande do Sul. 

Possui 13 livros publicados: uma coleção poética em cinco volumes chamada ‘Arco-Íris Poético’(2002); um livro de contos intitulado ‘Clube dos Solitários’(2010); um romance ‘O Poeta mais Velho do Mundo’ (2011); quatro obras de literatura infantil: ‘Manoelito o palhaço tristonho’ (2009); ‘Sol e as Ovelhas’ (2010); ‘Júlia a estrelinha’ (2011) e ‘O Pituco’ (2015). 

No final de 2016, lançou sua primeira obra infantojuvenil ‘Todos os amigos de Clarice’, uma homenagem a um de seus ídolos literários, a escritora Clarice Lispector (1920-1977). Nas feiras do Livro de Alegrete e de Caçapava do Sul, Angélica lançou seu 13º livro chamado 'A Filha do Poeta', segundo título infantojuvenil da autora. 

Em seu trabalho musical, Angélica possui três CDs lançados ‘Águas de Chuva’ (2009); Angélica Rizzi à italiana (2011) e ‘Se Somos Nós’, lançado em dezembro de 2016.

Os livros de Angélica Rizzi já foram adotados em diversas escolas do RS e também em instituições de ensino de SP, RJ e MG. A autora já participou de dezenas de feiras do livro e eventos culturais Brasil afora. Suas composições podem ser ouvidas em várias rádios do Brasil e também em emissoras de países como Uruguai, Argentina, Japão, Itália e Peru. 

Em janeiro e fevereiro de 2017, divulgou seu trabalho literário e musical em solo argentino e uruguaio. A artista gaúcha foi entrevistada num dos principais programas da Rádio Uruguay 1050 AM, El Mural. Também divulgou seu trabalho na TV Pública Argentina.

No dia 23 de abril, Angélica ganhou um especial e foi a artista da semana na rádio peruana Bossa Nova Peru Radio. Angélica foi escolhida patrona da IX Feira do Livro Infantil de Porto Alegre no ano de 2015.  No final de setembro deste ano, Angélica foi autora convidada da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas.  

‘O Pituco’: um sucesso de Angélica Rizzi 

O Pituco é a história de um cãozinho em situação de abandono que é adotado por um veterinário e sua família.  O argumento para o livro surgiu a partir de um fato real presenciado pela autora no ano de 2011, o cãozinho ‘Pituco’ realmente existe e hoje está muito bem amparado. A obra escrita por Angélica mistura realidade e ficção e tem sido um sucesso entre pais e filhos, educadores e, claro, o público ‘Pet Friendly’. O Pituco já foi destaque no maior portal de notícias sobre animais do mundo  http://www.anda.jor.br/01/04/2015/jornalista-lanca-livro-infantil-que-incentiva-adocao-e-guarda-responsavel-de-animais . 

Outros destaques em livro de Angélica: 'Clube dos Solitários', 'O Poeta Mais Velho do Mundo' e 'Todos os Amigos de Clarice'

Em 'O Clube dos Solitários', Angélica estreia como contista trazendo histórias que rementem à ideia da busca interior encarnada por  personagens ricos em densidade . 

A Literatura Beat de nomes como Jack Kerouac é citada pela autora como referência para a composição da obra e também para o seu primeiro romance 'O Poeta Mais Velho do Mundo'. Este último, pode ainda virar filme. 

Como romancista, Angélica usa da intertextualidade para 'linkar' a história de 'O Poeta mais velho do mundo' com filmes, autores e canções de que gosta. 

Em 'Todos os Amigos de Clarice', primeiro livro infantojuvenil da autora, a 'Pop Art' está representada ilustrando histórias com as quais os jovens podem se identificar. O título do livro é uma homenagem de Angélica a Clarice Lispector. 

Mais sobre Angélica Rizzi:

A autora formou-se em Jornalismo pela Unisinos. Participou de oficinas literárias como a do Instituto Camões de Portugal, a do escritor Charles Kiefer e também ‘Alquimia da Palavra’ de Sérgio Côrtes. Fez também ‘curso de clown’ com Tuta Camargo e teve aulas no TEPA (Teatro Escola de Porto Alegre), ministradas pelo ator e diretor Adriano Basegio. Foi voluntária na associação sem fins lucrativos ‘Viva e Deixe Viver – Contadores de Histórias’, onde visitou hospitais contando histórias para crianças internadas.  

Encenando a peça infantil ‘Manoelito o palhaço tristonho’ de sua autoria que deu origem ao livro homônimo visitou comunidades carentes da Grande Porto Alegre como a ‘Vila dos Papeleiros’ em Gravataí. Também fez contação de histórias e apresentação musical para internas da ala psiquiátrica do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas na capital.  

Quando do lançamento de 'O Pituco' em Belo Horizonte, doou exemplares da obra para a Associação Bichos Gerais no bairro do Horto na capital mineira, ONG que atende animais de forma gratuita. Angélica é cantora profissional com registro na Ordem dos Músicos do Brasil. Em 2015, foi escolhida patrona da 9ª Feira do Livro Infantil de Porto Alegre, evento no qual participa desde 2011. Em 2017, foi autora convidada da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

Compartilhe:

comentários