Blog do Juares | Inter passa sufoco e empata com o Luverdense

Camaquã-RS
11:04
23/11/2017

Blog do Juares | Inter passa sufoco e empata com o Luverdense

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
VEM AÍ UMA NOVA PROGRAMAÇÃO, COM CARA NOVA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Esportes

Inter passa sufoco e empata com o Luverdense

06/11/2017 | 23h33 - Fonte: Correio do Povo / Foto: Ricardo Duarte / Inter / CP
Compartilhe:

Em jogo repleto de finalizações, Colorado teve que buscar igualdade em 2 a 2

Na reta final da Série B do Brasileirão, o Inter voltou a tropeçar. Em um jogo lá e cá, onde os ataques se sobrepuseram às defesas, e repleto de finalizações – foram mais de 40 –, o Colorado teve que correr atrás para empatar com o Luverdense em 2 a 2, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, pela 34ª rodada. O resultado da noite desta segunda-feira (6) tira as chances de acesso matemático na próxima rodada. 

O Inter segue líder, agora com 63 pontos. No próximo sábado, o Inter recebe o Vila Nova, no estádio Beira-Rio. Já o Luverdense, que briga contra o rebaixamento, vai a Curitiba enfrentar o Paraná – no momento está em 13º, com 40 pontos. 

Pane na defesa e jogo lá e cá no primeiro tempo 

Mal o jogo começou e a defesa colorada – com a zaga reserva – foi envolvida pela marcação. Rodrigo Dourado errou o passe na intermediária, Aderlan tabelou avançando pela ponta direita e cruzou. A bola ainda desviou em Léo Ortiz, sobrando para Alfredo, na pequena para, apenas completar e correr para o abraço aos 56 segundos de partida. 

O Inter tentou reagir de forma quase imediata. Aos 2, D'Alessandro cobrou escanteio e Leandro Damião deu um testaço defendido por Diogo. O problema, no entanto, estava nos rápidos contragolpes. Segundos depois do lance, Alfredo já tinha a bola dominanda na área colorada. Ele cortou a marcação e chutou, mas a zaga conseguiu o corte. 

O jogo seguiu num ritmo acelerado. Aos 7, Pottker cabeceou na trave. Aos 11, Sérgio Mota tentou marcar do meio de campo. No minuto seguinte, D'Alessandro chutou de fora da área e Diogo Silva segurou firme. Os dois se enfrentaram no ataque seguinte, com o argentino mandando no canto esquerdo e o goleiro indo lá buscar. Dois minutos depois, foi a vez de William Pottker soltar a bomba no canto direito e, mais uma vez, Diogo Silva evitou o gol colorado. 

Só pelo meio da etapa inicial que os times deram uma segurada no ritmo, ainda que o roteiro seguisse o mesmo: o Inter dominava e até conseguia criar algo defendido por Diogo Silva e os donos da casa corriam no contra-ataque. Num deles, Alfredo quase marcou o segundo, aos 29. Marcos Aurélio tocou para Ratão, na ponta esquerda. Ele mandou uma bomba, espalmada por Danilo Fernandes. Alfredo apareceu sem marcação e cabeceou. Tentou o canto e exagerou, fazendo a bola raspar a trave. 

Depois do novo susto, o Inter reencontrou. Sasha e Pottker inverteram de lado e as coisas melhoraram. Em jogada de Pottker na esquerda, ele fez um cruzamento na medida para Leandro Damião entrar cabeceando no contrapé do goleiro e deixar tudo igual, aos 33. E pelo alto, a virada quase veio em seguida. Aos 39, Winck acionou Damião, que tentou no canto e Diogo Silva defendeu. O goleiro ainda fez sua última grande defesa no primeiro tempo aos 46, depois de desvio de Winck, também de cabeça, após o cruzamento de D'Alessandro. 

Gol cedo de novo 

O Inter teve a chance de usar o mesmo veneno dos donos da casa aos 45 segundos. D'Alessandro encobriu a marcação e a bola sobrou para Pottker, que não conseguiu pegar na veia e acabou quase que recuando para o goleiro Diogo Silva. Custou caro. No ataque seguinte, a defesa não conseguiu afastar bem e a bola sobrou para Marcos Aurélio, que, livre de marcação, acertou um belo chute no canto de Danilo Fernandes, devolvendo a vantagem ao time mato-grossense. 

O novo susto quase virou um pesadelo minutos depois. Com a defesa envolvida pelo lado esquerdo, a bola sobrou para Sergio Mota, que mandou por cima da meta quando estava de frente para o gol aos 5. A reação colorada veio a seguir. Depois de escanteio, Uendel chutou em cima da marcação. O rebote foi nos pés de Leandro Damião, que chutou e mais uma vez empatou. Na comemoração, ele já saiu mancando e deixou o campo a seguir para dar lugar a Nico López. 

As emoções não pararam. E por um momento, foi o Luverdense quem pressionou, com chutes sequenciais da intermediária entre os 11 e os 14. No mais perigoso deles, Ratão arriscou o ângulo direito e Danilo Fernandes foi lá buscar. O Inter voltou a carga aos 16. Mais uma vez, Diogo Silva fez um milagre ao defender a conclusão de Pottker, que tentou o contrapé do goleiro depois de lançamento preciso de D'Alessandro. 

O jogo passou a ficar mais truncado e com mais faltas mais à medida que o tempo foi passando. Nos minutos finais da partida, os donos da casa voltaram a pressionar e, na melhor chance, ficou a centímetros de não marcar. Aos 42, Paulinho cobrou falta da intermediária e fez a bola ganhar uma curva e carimbar o travessão de Danilo Fernandes. 

Série B - 34ª rodada 

Luverdense 2

Diogo Silva; Aderlan, Pablo, William e Paulinho; Ricardo, Marcos Aurélio (Alaor), Sergio Mota (Gully), Douglas Baggio; Rafael Ratão (Cléo Silva) e Alfredo. Técnico: Júnior Rocha. 

Inter 2

Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, D'Alessandro (D'Alessandro), Eduardo Sasha (Camilo) e William Pottker; Leandro Damião (Nico López). Técnico: Guto Ferreira. 

Gols: Alfredo (56s/1), Leandro Damião (33/1), Marcos Aurélio (1/2), Leandro Damião (6/2)

Cartões amarelos: Marcos Aurélio; Edenilson, Cláudio Winck, William Pottker

Arbitragem: Cláudio Francisco Lima e Silva, auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios e Ailton Farias da Silva (trio de Sergipe)

Local: Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)

Compartilhe:

comentários