Blog do Juares | Real passa sufoco, mas consegue vitória de virada sobre o Al Jazira

Camaquã-RS
05:45
16/01/2018

Blog do Juares | Real passa sufoco, mas consegue vitória de virada sobre o Al Jazira

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
NO AR NOVA PROGRAMAÇÃO. DAS 8H ÀS 24H!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Esportes

Real passa sufoco, mas consegue vitória de virada sobre o Al Jazira

13/12/2017 | 17h17 - Fonte: Correio do Povo / Foto: Giuseppe Cacace / AFP
Compartilhe:

Time espanhol vai encarar o Grêmio na final do Mundial de Clubes

Como esperado, o Real Madrid será o adversário do Grêmio na final do Mundial de Clubes. Só que foi de uma maneira que quase ninguém imaginava: com sofrimento. O time espanhol saiu atrás no placar e só conseguiu a virada a 10 minutos do fim da partida para vencer 2 a 1 na tarde desta quarta-feira (13) em Abu Dhabi. 

O primeiro gol do jogo foi anotado pelo brasileiro Romarinho, no final do primeiro tempo. O Al Jazira chegou a balançar as redes mais uma vez no começo do segundo tempo com Boussoufa, mas o lance foi anulado por impedimento. Só após os sustos, Cristiano Ronaldo conseguiu empatar. Bale, a 10 minutos do fim, marcou o gol da virada e classificação do Real Madrid. 

Após a a vitória no sufoco, o Real Madrid enfrentará o Grêmio no próximo sábado, às 15h, em Abu Dhabi para a grande final do Mundial de Clubes de 2017. 

O jogo

O primeiro tempo entre Al Jazira e Real Madrid foi de grandes emoções para os torcedores do Grêmio que esperavam para conhecer o adversário na final do Mundial de Clubes. Como esperado, o Real iniciou a partida massacrando. Nos primeiros 10 minutos, a equipe espanhola teve 10 chances de gol. Foi aí que apareceu um personagem inesperado na partida: o goleiro Ali Khasif. 

Ali Khasif fez um duelo direto com o astro Cristiano Ronaldo. O português finalizou pela primeira vez logo aos 4 minutos, quando cabeceou após cruzamento da direita e o goleiro fez a defesa. Logo em seguida, mais uma vez pelo alto, CR7 cabeceou com muita força à queima roupa e Ali Khasif, com a mão esquerda, fez uma defesa espetacular para manter o 0 a 0. 

Se não dava pelo alto, o Real Madrid tentou pelo chão. Mais uma vez a bola veio para Cristiano Ronaldo, que desviou, mas encontrou Ali Khasif bem colocado para fazer a defesa. Quando não defendia, Ali Khasif tinha sorte. Em chute do croata Modric, a bola bateu na trave, nas costas dele e saiu pela linha de fundo. 

A demora para o gol começou a irritar os jogadores do Real Madrid, que chegou a balançar as redes duas vezes, mas os lances foram anulados pelo árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci. Na primeira, ele marcou falta de Cristiano Ronaldo fora do lance em que Benzema cabeceou para o gol. Na segunda, o árbitro brasileiro fez uma confusão. Ele anulou o gol de Casemiro, depois confirmou e, após analisar o VAR, voltou a anular por impedimento de Benzema, que participou do lance na sua visão. O jogo ficou parado por mais de cinco minutos na confusão de Sandro Meira Ricci, o que esfriou o ritmo do Real Madrid, que diminuiu as chegadas ao ataque. 

Se o 0 a 0 já era uma resultado que surpreendia, o que aconteceu aos 41 minutos não era esperado por quase ninguém no estádio Zayed Sports City. Em jogada de contra-ataque, a bola chegou ao brasileiro Romarinho, que cortou para dentro e bateu sem chances para Navas para abrir o placar, 1 a 0. O Al Jazira, assim, ia para o intervalo na frente de um Real Madrid, que finalizou 17 vezes contra o gol de Ali Khasif na primeira etapa. 

Se o gol de Romarinho de surpreendeu, o AL Jazira quase transformou a partida em algo mais histórico ainda no começo do segundo tempo. O Real Madrid foi com tudo para o ataque em lance de escanteio e o time dos Emirados Árabes saiu em contra-ataque. Romarinho rolou para Boussoufa, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. Sandro Meira Ricci chegou a validar o gol, mas voltou atrás após influência do VAR. O Real, assim, se livrava do segundo gol. 

Após o gol anulado, o goleiro Ali Khasif, o grande destaque do primeiro tempo, sentiu lesão e teve de ser substituído por Al Senami. Logo depois, o Real Madrid conseguiu chegar ao seu gol. Modric achou Cristiano Ronaldo dentro da área em um belo passe. E o português, eleito em 2017 pela quinta vez o melhor jogador do mundo, não perdoou. Ele bateu cruzando com força sem chances para o ainda frio Al Senami, 1 a 1 aos 8 minutos. 

O goleiro reserva do Al Jariza, porém, teve chance de mostrar qualidade logo em seguida, quando defendeu chute forte de Benzema de dentro da área. Na sequência, o centroavante francês teve mais duas oportunidades e, em ambas, parou na trave. A primeira, de dentro da área, Benzema chutou colocado e acertou a trave esquerda. Na outra, de fora, ele procurou o ângulo, mas a bola estourou no travessão. 

Com o segundo tempo já na metade, Zidane começou a mexer na equipe. Primeiro entraram os garotos Asensio e Lucas Vázquez nos lugares de Isco e Kovacici. A mudança que definiria a partida veio depois: Bale no lugar de Benzema. 

Poucos minutos após entrar na partida, Bale desviou de perna esquerda uma bola cruzada por Lucas Vázques, Cristiano Ronaldo, ainda tentou de calcanhar, mas o gol foi mesmo do galês, 2 a 1 e finalmente tranquilidade para o Real Madrid na partida. 

Após o segundo gol do Real Madrid, a partida entrou em um ritmo lento. O Al Jazira não tinha forças para atacar. O Real optou por trabalhar a bola até o apito final de Sandro Meira Ricci. No próximo sábado, o gigante espanhol será o adversário no Grêmio na esperada final do Mundial de Clubes. 

Mundial de Clubes – Semifinal 

Al Jazira - 1

Ali Khasif (Al Senami); Musallem Fayez, Ali Ayed, Fares Juma e Salim Rashid; Yousif (Al Otaibah), Al Attas, Khalifa Alhammadi (Rabia Cheilani); Romarinho, Ali Mabkhout e Mbark Boussoufa. Técnico: Henk Ten Cate. 

Real Madrid - 2

Navas; Achraf Hakimi, Nacho Fernández, Varane e Marcelo; Casemiro, Modric, Kovacic (Lucas Vàzquez) e Isco (Asensio); Benzema (Gale) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Zinedine Zidane. 

Gols: Romarinho (ALJ); Cristiano Ronaldo e Bale (REAL)

Árbitro: Sandro Meira Ricci

Local: Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi (Emirados Árabes)

Compartilhe:

comentários