Blog do Juares | Inter é dominado pelo Brasil de Pelotas e perde por 1 a 0

Camaquã-RS
07:04
18/08/2018

Blog do Juares | Inter é dominado pelo Brasil de Pelotas e perde por 1 a 0

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
QUER MATAR A SAUDADE, ENTÃO OUÇA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Esportes

Inter é dominado pelo Brasil de Pelotas e perde por 1 a 0

04/02/2018 | 20h52 - Fonte: Correio do Povo / Foto: Jonathan Silva / Brasil de Pelotas
Compartilhe:

Colorado não conseguiu se recuperar de expulsão de Ruan no primeiro tempo

Sem sua força total, o Inter não teve respostas para a força e velocidade do Brasil de Pelotas que, empurrado por sua torcida, venceu com méritos neste domingo (4) no Bento Freitas. O Xavante ainda aproveitou a vantagem numérica, com a expulsão de Ruan, para anotar 1 a 0 e garantir os três pontos. 

Com o resultado, a equipe de Pelotas está na vice-liderança do Gauchão e enfrentará o Grêmio na quarta-feira. O Colorado, por sua vez, é o quarto com nove pontos. Na próxima quinta-feira, o Inter encara o Juventude no Beira-Rio. 

O jogo 

Antes do ponteiro virar um minuto, o Brasil já alfinetava a meta de Marcelo Lomba pela primeira vez. Bruno Collaço cruzou boa bola e Luiz Eduardo aparou de primeira um rebote no lado direito da área. O goleirão fez grande defesa para manter o zero no placar.

A carga total do Xavante, contudo, gerava espaços para contragolpes e o Inter exigiu Marcelo Pitol. Aos cinco minutos, Camilo cruzou na área e Roger desviou de cabeça, mas o goleiro estava bem posicionado para catar firme. Depois, Patrick cruzou da esquerda e encontrou Roger livre. O centroavante chutou um míssil em direção ao gol, mas Pitol teve o reflexo para tirar com os pés em cima da linha. 

Colorado sucumbe à pressão 

O Xavante voltou à pressão aos 26 minutos. Itaqui conduziu na esquerda e cruzou no primeiro pau. Calyson tentou uma bicicleta, mas carimbou a zaga. Um minuto depois, Dourado fez uma entrada toda atrapalhada e derrubou Sacconi a um passo da meia-lua. Itaqui cobrou com endereço certo, mas a bola explodiu na barreira. 

Aos 33 minutos, a vida colorada se complicou em campo. Ruan fez falta matando um contragolpe do Brasil. Levou o segundo amarelo e foi expulso, em seguida. Aí começou pressão total do Xavante. Dourado, um dos piores na partida, bobeou no meio e foi desarmado, aos 38 minutos. Bruno Collaço disparou na esquerda e cruzou na marca do pênalti, onde Calysson caiu na trombada com Danilo Silva. Só que a bola sobrou para Itaqui, que encheu o pé e marcou um golaço no ângulo direito, sem chances para Marcelo Lomba. Brasil na frente antes do intervalo. 

Na volta do intervalo, Odair tentou recompor o sistema defensivo com Cláudio Winck no lugar de Camilo. O começo da etapa foi promissor, mas logo o Brasil retomou o controle da partida. 

Winck levou perigo em cobrança de falta, aos três minutos. O lateral bateu com categoria e muito efeito. A bola ia entrando rente ao poste esquerdo, só que Pitol conseguiu se esticar e fazer a defesa. O Xavante deu o troco aos 5 minutos. Luiz Eduardo cruzou, a bola sobrou para Itaqui que chutou forte da entrada da área. Cláudio Winck salvou cabeceando contra o chão. Lomba recolheu o rebote. 

Pottker entra, mas não resolve 

O treinador colorado lançou Pottker no lugar de Marcinho, buscando mais opções em velocidade. Quem atacava, contudo, era o Xavante. Aos 12, a zaga se atrapalhou e Toty disparou na direita. Ele cruzou rasteiro e Danilo Silva tirou parcialmente. Voltou no pé do lateral que chutou forte, mas carimbou o poste direito. 

Envolvido, o Inter se defendeu do jeito que dava, enquanto cedia oportunidades em faltas no entorno da área. Numa delas, Itaqui disparou um balaço no ângulo esquerdo que Lomba tirou de soco, numa grande defesa. 

Pottker conseguiu criar algo apenas aos 29 minutos. Ele recebeu em velocidade pela esquerda, viu a entrada de Roger e cruzou forte. Marcelo Pitol se antecipou e evitou o gol colorado. 

Nos minutos finais, Leandro Camilo chegou atrasado em Charles e levou o segundo amarelo. Seriam cinco minutos com as duas equipes em dez homens para o Inter tentar alguma coisa. Veio a pressão final, com Pottker e Winck alçando bolas na área, mas uma falta ofensiva de Iago esfriou a reação. Com o apito do árbitro, a vitória deixou o Brasil forte na disputa pela liderança do Gauchão. 

Gauchão - 5ª rodada 

Brasil-Pel 1

Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Collaço; Leandro Leite, Itaqui (Sousa), Toty, Deyvid Sacconi (Luiz Henrique) e Calyson; Luiz Eduardo (Robério). Técnico: Clemer. 

Inter 0

Marcelo Lomba; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Rodrigo Dourado, Charles, Marcinho (William Pottker), Patrick e Camilo (Cláudio Winck); Roger (Juan Alano). Técnico: Odair Hellmann. 

Gol: Itaqui (39min/1ºT).

Cartões amarelos: Ruan, Marcinho, Pottker, Daniel, Charles, Cláudio Winck (I), Heverton, Deyvid Sacconi, Leandro Camilo, Éder Sciola, Itaqui (B)

Expulsões: Ruan (I), Leandro Camilo.

Arbitragem: Roger Goulart, auxiliado por Alduino Mocelin e Michael Stanislau.

Local: Estádio Bento Fretas, em Pelotas.

Compartilhe:

comentários