Blog do Juares | Acelera a corrida às criptomoedas

Camaquã-RS
18:21
16/08/2018

Blog do Juares | Acelera a corrida às criptomoedas

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
QUER MATAR A SAUDADE, ENTÃO OUÇA!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Geral

Acelera a corrida às criptomoedas

14/05/2018 | 11h47 - Fonte: Foto: Pixabay
Compartilhe:

Que tal viajar para o espaço, comprar jóias e diamantes, ficar em luxuosos hotéis, utilizando a moeda digital como forma segura de pagamento? Apesar da alta volatilidade, as criptomoedas  representam hoje uma opção real de capital e investimento.

Os primeiros bilionários em moedas digitais já começaram a surgir. A revista Forbes divulgou recentemente a primeira lista dos homens mais ricos do mundo em criptomoedas. Chris Larsen, o co-fundador da criptomoeda Ripple, tem sua fortuna avaliada de US$7,5 bilhões a US$8 bilhões. O segundo mais rico é Joseph Lubin, co-fundador da moeda digital Ethereum, de US$1 bilhão a US$5 bilhões em criptomoedas.

Como funciona o mercado das criptomoedas?

As moedas digitais já estão sendo utilizadas atualmente para adquirir  uma grande variedade de mercadorias e serviços. O Bitcoin surgiu como uma solução segura de pagamento peer-to-peer  totalmente descentralizada, que utiliza tecnologia de criptografia para garantir a segurança das transações. O Bitcoin representa o valor da criptografia utilizado na vida cotidiana.

As transações financeiras realizadas através das criptomoedas não dependem de intermediários, como uma instituição financeira, para serem validadas. As transações são confirmadas e autorizadas por todos os usuários da rede através da tecnologia blockchain (banco de dados distribuído entre os nós da rede).

O Bitcoin continua sendo a criptomoeda mais utilizadas porque é a mais reconhecida. Outras  moedas como Ethereum (ETH), Litecoin (LTC), ou Monero (XMR) apareceram depois do Bitcoin.

Como adquirir criptomoedas no Brasil?

Apesar do alto risco, a ideia de ficar rico da noite para o dia, com a possível valorização estratosférica das criptomoedas, é bastante tentadora. Caso esteja considerando a compra de criptomoedas, é possível comprá-las no Brasil através de serviços online especializados

Existem hoje grandes exchanges e corretoras no Brasil, que oferecem diversas opções de pagamento e ainda promoções. Entre as corretoras, destacam-se eToro, COINX e 24hoption.

As criptomoedas também podem ser obtidas através da troca por dinheiro, mercadorias, serviços e por mineração.

Bitcoin no Brasil e no mundo

Já existem hoje no mundo mais de 11 mil estabelecimentos que aceitam as criptomoedas como meio de pagamento. No Brasil, o mercado ainda é pequeno. São 180 locais cadastrados, concentrados nos estados de São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.

Mas são nos Estados Unidos e Europa onde são encontradas mais opções para utilizar a criptomoeda. Se pretende comprar presentes, a solução mais indicada é adquirir gift cards via Gyft e eGifter. Caso pretenda viajar, reserve vôos e hotéis em portais como Expedia, CheapAir e SurfAir. Há ainda a incrível opção de viajar para o espaço com a Virgin Galactic.

No Caribe, por exemplo, onde grande parte da população não tem acesso ao setor bancário, e criptomoedas já representam uma opção às restrições impostas pelos Estados Unidos às reservas cambiais baseadas em dólar.

Novas oportunidades

As criptomoedas oferecem a oportunidade de ampliação dos serviços financeiros. Apesar de a moeda digital ainda não ser regulamentada pelo Banco Central, os comerciantes podem se beneficiar ao aceitar a moeda virtual. 

Segundo o economista e especialista em Bitcoin Adilson Silva, do grupo Mazars Cabrera, em entrevista à revista Época, “os comerciantes ganham duas vezes: vendem o produto sem o desconto das taxas do banco e também se beneficiam da variação positiva da moeda. É um caminho sem volta, assim como o cartão de crédito foi em sua época". 

No entanto, é importante ressaltar que investir em criptomoedas pode ser altamente arriscado e especulativo. O mercado não é regulamentado. Qualquer um que esteja considerando o investimento em criptomoedas deve estar preparado para a possibilidade de uma eventual perda de investimento.

Compartilhe:

comentários