Blog do Juares | Requerimento sugere criação de 0800 ou de aplicativo que facilite denúncias de crimes ou de outras ilegalidades

Camaquã-RS
01:46
20/07/2018

Blog do Juares | Requerimento sugere criação de 0800 ou de aplicativo que facilite denúncias de crimes ou de outras ilegalidades

Redes Sociais

Facebook Twitter RSS Contato
RELEMBRE AS MÚSICAS QUE MARCARAM SUA VIDA, CLIQUE AQUI!
Anunciantes Blog do Juares

Notícias - Política

Requerimento sugere criação de 0800 ou de aplicativo que facilite denúncias de crimes ou de outras ilegalidades

Criação do 0800 ou aplicativo visa dar condições para os camaquenses fazer denúncia de crimes ou outras irregularidades
19/06/2018 | 13h33 - Fonte: Ascom Poder Legislativo - Luis Fernando Rodrigues / Imagem: APL / Divulgação
Compartilhe:

Na segunda-feira (18), foi discutido e votado na Ordem do Dia da 69ª Sessão Ordinária do Poder Legislativo de Camaquã o Requerimento com o Apoio do Plenário nº 23 de 2018, de autoria do vereador Mano Martins.

O requerimento sugere ao Poder Executivo a criação de um 0800 ou aplicativo para smartphones que permita aos cidadãos camaquenses fazerem denúncias de crimes ou outras ilegalidades, com tecnologia disponível para sistemas iOS (Apple) e Android (Google) e que permita o envio de fotos, áudios e vídeos que possam provar os delitos.

Conforme a justificativa do requerimento, poderiam ser denunciados por meio desse aplicativo lixões clandestinos, pessoas que jogam lixo em local impróprio, terrenos abandonados com acúmulo lixo e mato alto, maus-tratos a animais e indivíduos que os soltam na rua, casos de imprudência e negligência a pessoa indefesas, atendimento inadequado por parte de agentes públicos, etc.

O objetivo dessa sugestão é aumentar a fiscalização do uso do dinheiro público, da probidade e honestidade, bem como para facilitar o envio de sugestões, críticas e reclamações sobre a atuação do Poder Público Municipal.

Com a aprovação, o requerimento retornou à Secretaria, que providenciará o envio da proposição para análise do Poder Executivo.

Compartilhe:

comentários